quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

"AFFS!", O BULLYING ESPIRITUAL!!!

Segundo a definição do site wikipedia o bullying significa: "Bullying (anglicismo, bullying, pronuncia-se AFI[ˈbʊljɪŋ]) é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (do inglês bully, tiranete ou valentão) ou grupo de indivíduos causando dor e angústia, sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder."

Uma coisa que tenho achado muito positiva ultimamente é o fato de vários veículos da telecomunicação trazerem para discussão uma das mazelas da sociedade que por muito tempo tinha ficado de lado. Positivo porque uma das maneiras para se encontrar solução para algum tipo de problema, a princípio, é abrindo um espaço para a discussão do mesmo. Mas creio que para chegar a uma medida profilática de combate ao problema, vai muito mais longe que trazer o papo apenas para uma simples discussão filosófica. É necessário agir!!!

Contudo nesse nosso microscópico web-espaço cristão (João 3.30) quero falar de um assunto muito real, presente nos arraiais evangélicos hodiernos, que de igual modo ao que acontece em todas as partes do mundo não se tem tomado nenhuma medida para extirpar esse mal: O BULLYING ESPIRITUAL!

Meu irmão, minha irmã é alarmante o número de irmãos que sofrem vários graus de bullying espirituais por parte dos "gospel bullys", uma galera que se diz cristã (cristã?) mas quando vai fazer a barba cai serragem no chão, e que usam como loção pós-barba o óleo de peroba! 

Apenas pela definição do ínicio, sem "teologizar" profundamente o negócio, qualquer neófito consegue entender que o bullying é coisa do capiroto! Mas quando a atitude "bulinesca" vem da parte de um "coroné da fé", um líder da igreja na vida das ovelhas, aí o "orifício se posiciona em uma parte inferior mais abissal"! (o buraco fica mais embaixo)

É de fazer a projeção caudal da fêmea suína se contorcer! (é de fazer a a porca torcer o rabo!) mas  em alguns lugares de nossas terras brasilis, o bullying espiritual além de não ser repudiado, é uma prática aceitável e muita das vezes digna ser ovacionada! Terrível!

Exemplos mais "leves", pasmem, mais esses são realmente mais leves: colocar uma lista na entrada do templo com o nome das pessoas que não contribuíram com o dízimo, ou por algum motivo não contribuíram com certa oferta com a intenção de ridicularizar o indivíduo. Colocar apelidos ofensivos em algum irmão da igreja que não faz parte de seu círculo infernal....errr quer dizer "social"! Demonizar atitudes de pessoas que são inferiores na escala hierárquica de sua denominação, apenas para eliminar futuras competições! Não resisto, vou ter que usar um termo de internetês que meus alunos  usam nas redes sociais que cabe bem aqui...AFFS!!!Saul já desencarnou dessa terra e parece existir um certo "espríto" que anda impregnando a mentalidade de muitos líderes religiosos do momento!
Gostaria de trazer o foco  sem rodeios em primeira instância aos pastores, bispos, patriarcas, gospel caciques, neo-coronés que nem de longe buscam a cultivar a pregação evangélica pura de nosso Senhor Jesus Cristo.

Em termos mais "graves", sabemos de instituições religiosas que pressionam e escravizam seus subalternos para alcançar metas de almas alcançadas (?), ou números de acúmulo de capital, e quando esses pastores submissos aos seus mandados não cumprem as meta$, são ridicularizados e tachados de "faltos de fé",  "sem unção", a quantidade de dedos apontados para o garoto é terrível! AAAFFFSSS!!!

Quantos diáconos, cooperadores, presbíteros (o cargo varia de acordo com o costume da denominação) são praticamente forçados a abrir mão da simplicidade evangélica, emitir sorrisos amarelos de aprovação, em nome de ficarem sempre as boas com seus "neo-ungidos" intocáveis, inquestionáveis, sentados em seus pedestais de adamantium, soberanos, acima do bem e do mal! AAAAAAAAAAFFFFFSSS!!!

Acredito firmemente irmão, que não preciso elencar aqui um calhamaço de versículos de modo a tentar explicitar que o bullying espiritual  é uma prática anti-bíblica, anti-cristã, anti-massa-cinzenta-pensante, pró-infernista e pró-capirotista!

Quantos subalternos hierárquicos dos "reis do gado gospel" tem a oportunidade de pregar, mas tem que medir as palavras na folha milimetrada para não falarem nada que desagradem o regime de seus sinhozinhos? Correm o risco de ficar meses sem pegar no microfone!
Quantos tiveram uma experiência de novo nascimento em Cristo no passado, mas com o passar do tempo em nome do modus operandi da "empreja" precisam esquecer suas raízes, suas convicções cristãs por serem nocivas a instituição?
Quantos tiveram uma experiência de libertação do modo de vida mundano, do velho homem e hoje se sentem em uma prisão promovida pelos "neo-senhores-de-engenho-gospel", e sentem frustrados por pregarem libertação aos cativos de satanás em nome de Jesus, quando na verdade se sentem presos, vítimas dos gospel bullys? Sentem-se amordaçados, presos, encarcerados, marionetes, fantoches, Joruris!

Existe muuuuiittooooooooo abuso de autoridade na chamada igreja evangélica desses últimos tempos! Super ungidos se alastram com erva daninha nas plantações, funestos boxeadores tentando aplicar um "jab" "Bem no Hin" da igreja do Senhor.

Francamente irmão se você faz parte de um ajuntamento cristão com algum desses aspectos assinalados acima, ou todos os aspectos, reflita! Muitos pensam "vou viver a Cristo nessa instituição, meu testemunho irá fazer as coisas mudarem". Bem irmão sei de muitos que tentaram fazer assim, mas  segundo a palavra de Deus o único que consegue transformar água em vinho é Jesus, não o homem (Jo 2 1-12). Pra essas "instituições religiosas" com suas mentes cauterizadas no engano e auto-suficientes semelhantes a igreja de Laodicéia (Ap 3.14-22) resta apenas um milagre da parte de Deus mesmo!

Ética??? Os praticantes do gospel bully não conhecem isso! Mas se fazem uso dessa palavra é sempre  com significado distorcido, só quando os favorece. Líderes ditadores, absolutistas.

Muitos citam Davi, que não tocou o ungido do Senhor (I Sm 24.3-6) , por isso a exemplo dele, devem engolir goela abaixo mandos e desmandos sem base nas escrituras porque "não podem tocar o ungido do Senhor". Realmente ele não tocou, e com base nas escrituras todo cristão possuem a unção do Santo, em determinado aspecto todo cristão é ungido (I Jo 2.20). Mas se o "não tocar o ungido" fosse sinônimo de obediência cega e anti-bíblica, Davi devia pintar um alvo no peito para o "ungido Saul" atravessá-lo com a lança promovendo um papel de parede com tripas davídicas. Lembrando que no caso do famoso pastor de ovelhas era um homem  ungido a rei (Saul)  perseguindo outro ungido a rei (Davi).

Senti de fato uma necessidade pungente em meu coração de trazer essas linhas a esse humilde espaço virtual. Tenho certeza que muitos andam silenciosos ou silenciados, sem vez sem voz em muitas organizações  religiosas sofrendo o bullying espiritual, com medo de manisfestar suas opiniões, medo de rotulações, andam pesados, sobrecarregados. Contudo a mensagem que desejo a deixar a você meu irmão ou irmã que se encontra nessa situação que Jesus é o príncipe da paz, portanto se em  sua congregação sua consciência vive em guerra com você mesmo, devido a imposições ditatoriais impostas pelo "ungido" sob a capa de uma ética ungida, pode ser "Gezuis" o cabeça desse trabalho.

Na verdade esses pseudo-líderes espirituais fazem isso com o rebanho:

"Ai de vocês, mestres da lei e fariseus, hipócritas, porque percorrem terra e mar para fazer um convertido e, quando conseguem, vocês o tornam duas vezes mais filho do inferno do que vocês. 
Mateus 23:15 (Quem os seguem fedem duas vezes mais enxofre que os próprios!)

Atam fardos  anti-bíblicos que nem eles mesmo querem carregar:

"Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com o dedo querem movê-los" Mateus 23.4

Bem, não apenas fardos antí-bíblicos, mas fardos genuínos também não carregam, você nunca os verão perdoar, pedir perdão, reconhecer o erro....perdoar até certo ponto sim, mas sempre com um holofote em sua direção!

Encerro essa mensagem dizendo que Deus tem reservado o melhor para seu povo, para sua igreja, seus escolhidos (I Co 2.9). Existem realmente homens de Deus compromissados com o Reino (poucos!) (Mt 7.14), mestres ensinadores cristocêntricos (poucos!)(I Rs 19.18), e que você nobre amigo, não precisa ficar sofrendo, sendo humilhado, tendo sua dignidade tolhida, basta a cruz que o Senhor tem reservado para cada servo (Lc 9.23), a cruz que era para nós Jesus já levou, o nosso fardo é leve (Mt 11.30)! São palavras de nosso amado Belemita!

Jesus é chamado de o bom pastor (Jo 10.11), porque o bom pastor dirige as ovelhas a um lugar seguro, corrige sim (Pv 3.12), mas não destrói a ovelha, não cospe na ovelha, pelo contrário, por ela ele levou cuspidas e bofetões (Mt 26.67). Ele quer te guiar em suas ações. Não tema ameaças de maldição dos fanfarrões da fé ao fato do irmão(ã) procurar uma congregação que exponha verazmente os princípios sagrados, se for o caso amigo busque de direção do Senhor e mude!

Se você congrega em um templo que procura viver os princípios bíblicos, mesmo não sendo perfeita, perfeição nesse estágio de coisas que vivemos é utopia  mas que não tem pastores gospel bullys, você tem motivos para congratular-se. Encerro dizendo que é possível sim viver o evangelho, nos arrependendo, carregando nossa própria cruz, crucificando nosso eu, perdoando deslizes, pedindo perdão SIM! Existem homens de Deus e mulheres de Deus SIM, E Deus não te obriga a viver mergulhado num mar de iniquidade!

"Iniquidade é quando a gente tá tão acostumado ao pecado, que a gente não tem mais vergonha de comete-lo, e ele passa ser algo tremendamente natural na nossa vida!" (Pr. Paschoal Piragine)


“O que mais preocupa não é o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons”. (Martin Luther King).


"Saí do meio dela, ó povo meu, e livrai cada um a sua alma do ardor da ira do SENHOR." (Jeremias 51:45 )

"Aquele portanto que sabe fazer o bem e não faz comete pecado" (Tiago 4.17)


Falei!

Microscopicamente teclando (João 3.30), Alguem de saco cheio com o Bullying gospel,

Pr. Walter Filho




Comente com o Facebook: